quinta-feira, 10 de novembro de 2011

79ª sessão: Líder do governo fala sobre índices de desenvolvimento de Blumenau

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira, dia 10, o vereador Fábio Fiedler (PSD) fez um registro sobre os dois títulos conquistados por Blumenau nesta semana. Um é estar entre as 100 melhores cidades do país para se viver e o outro é a classificação como primeiro município em qualidade de vida no Estado de Santa Catarina, com um índice de 0,8700.

BLUMENAU É A MELHOR CIDADE DO ESTADO PARA VIVER
“O mais interessante é que em nível estadual, pulamos da terceira para a primeira posição. Temos que parabenizar todo o governo, mas especialmente os secretários de saúde, educação e desenvolvimento econômico”, destacou Fiedler.

BEBIDA ALCOÓLICA
Em outro momento, Fiedler também comemorou a decisão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, de aprovar projeto de lei que proíbe que os motoristas dirijam após ingerir bebida alcoólica. “É em caráter terminativo, indo direto agora para Câmara dos Deputados. A proposta criminaliza o condutor de veículo que tenha ingerido qualquer índice de bebida. Os 0,6 de limite no bafômetro não valem mais. Os acidentes de trânsito relacionados a combinação de álcool e direção são altos”, relatou.

JOGOS DE AZAR
Quanto ao projeto apresentado pelo tenente Koglin durante a sessão, o parlamentar elogiou a iniciativa. “Ele foi muito ousado e transparente ao trazer o assunto com tanta fundamentação e cobrando o compromisso de tramitarmos uma lei coibindo os jogos de azar. Muitas vezes nos limitamos em cobrar o aumento do efetivo da polícia, mas devemos ainda valorizar as ações dos que já estão a frente das instituições. Nos sete meses em que Koglin está na cidade, mostrou a que veio”, elogiou.

ADOLESCENTE APRENDIZ
Por fim, Fiedler relatou que na noite de ontem, quarta-feira, participou da formatura de 800 adolescentes que participaram de um curso sobre rotinas administrativas, promovido pela Pró-Família. “É uma iniciativa muito importante no que tange a qualificação de mão-de-obra iniciante. Ajuda a transformar vidas e futuros profissionais”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário