quarta-feira, 21 de março de 2012

Audiência pública discute a duplicação da BR-470


A audiência pública para discutir a duplicação da BR-470, realizada nesta quarta-feira (21), na Câmara Municipal, chegou a uma conclusão: há necessidade de pressionar as autoridades diretamente em Brasília para que a obra aconteça de verdade. O primeiro projeto de duplicação da BR-470 foi apresentado pela primeira vez em 1999.

DNIT
O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraesturura e Transporte (Dnit), engenheiro João José dos Santos, não pôde comparecer à audiência, mas enviou um comunicado afirmando que o projeto de duplicação do trecho Navegantes/Indaial está em fase de elaboração. “A tramitação do licenciamento ambiental também está em andamento. A meta é lançar o edital de licitação em 2012”, concluiu, no comunicado.

FÁBIO FIEDLER
A leitura dos nomes de oito jovens que faleceram na BR-470, e das respectivas datas dos acidentes, foi feita pelo vereador Fábio Fiedler durante a audiência. “Estas pessoas precisam que Santa Catarina tome providências. Nós necessitamos da obra, não do compromisso de palavra”, afirmou o parlamentar. Ele ressaltou o sentimento de impotência por “não estar em nossas mãos a possibilidade de resolver o problema”. Fiedler também lamentou a falta de representantes do Estado e da União na reunião e disse que o caminho na busca de uma solução é a união.

JEAN KUHLMANN
Na tribuna, o deputado Jean Kuhlmann (PSD) defendeu a união para alcançar a duplicação. Ele anunciou que a assembléia criou um Fórum Permanente para tratar deste assunto e reforçou ser preciso união para chamar a atenção da imprensa estadual e nacional. “Temos consciência de que se não houver duplicação, Blumenau e o Vale do Itajaí sofrem um colapso. A duplicação é vital para nosso futuro”. Também sugeriu a realização de uma manifestação pacífica às margens da BR-470 para chamar atenção, entre outros atos. “Só mostrando nossa indignação conseguiremos chamar atenção da imprensa nacional”, concluiu.

Um comentário:

  1. Acredito só com pressão em Brasília nao resolve. Penso que tem que haver manifestação, apoiada por toda classe política em torno de toda a BR-470. Deveria ter mais interdições do transito na BR-470, liberando o transito somente para casos de emergência(Ambulância, Bombeiros, Polícia). Esse superintendente do DNIT é um falastrão. Com ele no comando, dúvido que o Edital saia em 2012, eu coloco minha mão no fogo.

    ResponderExcluir